O portal de notícias de
salgueiro
PESQUISAR NO SITE
 

Bem-Estar & Saúde

Corpo e mente em harmônia
Bem-Estar & Saúde: Como decifrar uma enxaqueca de forma rápida
11/09/2017 15:55

dor de cabeça está entre as dores mais comuns em todo o mundo e afeta as pessoas em qualquer fase da vida.

Uma vez que pode ser causada por um vasto leque de fatores, como medicamentos, má alimentação, cansaço, má qualidade de sono, problemas de visão, entre outros, a dor de cabeça pode assumir também várias formas, sendo a enxaqueca a mais grave e dolorosa.

Apesar de poder ser crônica (isto é, frequente) ou esporádica (surgindo apenas em determinados momentos), a enxaqueca é a sexta doença mais incapacitante do mundo, diz a Organização Mundial da Saúde (OMS), contudo, continua a ser um problema muitas vezes desvalorizado e até mesmo mal diagnosticado.

À BBC, o neurologista Andrew Blumenfeld revela que "80% dos pacientes que têm casos crônicos [de enxaqueca] não são diagnosticados porque os médicos não conhecem bem os critérios de diagnóstico", uma vez que estes só foram estipulados recentemente.

De acordo com a BBC, para que se trate de uma enxaqueca e não de uma dor de cabeça 'comum', é preciso que a pessoa sinta dois dos seguintes sintomas: dor de um só lado da cabeça, dor latejante, dor que agrava com movimentos, dor que tanto pode deixar a pessoa incapaz de trabalhar normalmente, como pode mesmo levar ao vômito (uma avaliação entre cinco a 10, numa escala em que o número maior implica uma dor totalmente incapacitante).

Porém, a dois destes quatro sintomas é ainda necessário que a pessoa se sinta ou enjoada ou sensível à luz/barulhos. A perda momentânea de parte da visão - entre 20 a 30 minutos - é também um sintoma a ter em conta na hora de decifrar a enxaqueca.

Quando estão reunidos os sintomas que descrevem a enxaqueca, a ida ao médico é fundamental, pois só um diagnóstico científico é capaz de detectar a doença com clareza e, claro, encontrar o tratamento mais adequado para cada caso.

Caso trate de uma dor de cabeça que surge apenas de forma ligeira, veja como atenuar ou tratar sem recorrer a medicamentos.

Seja o primeiro(a) a comentar!

Deixe seu Recado

Nome
E-mail
Mensagem
Enviar
Rua Martinho Luiz Vieira, Nº 236, Bomba - Centro - Salgueiro - PE - Tel: +55 (87) 3871-2007
sg10Salgueiro@hotmail.com